6 December, 2017

CNC participa de premiação do Pró-Ética 2017

CNC participa da 4ª Conferencia Lei Empresa Limpa

Crédito: Raphael Carmona / Fecomércio DF

Em nome da CNC, Adelmir Santana e Wany Pasquarelli entregam prêmio pró-ética a Nova SB Comunicação

Adicionar aos meus Itens 

O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) realiza, neste dia 6 de dezembro, em Brasília (DF), a premiação das empresas aprovadas no programa Pró-Ética 2017. A iniciativa busca promover um ambiente corporativo mais íntegro, ético e transparente no setor empresarial brasileiro. Este ano 23 companhias, diversos portes e ramos de atuação, receberam o selo de integridade.

Na abertura participaram o ministro da Justiça e Segurança Pública, Torquato Jardim; a ministra Grace Mendonça, da advocacia-geral da União; e o presidente da Confederação da Indústria (CNI), Robson Andrade.

A cerimônia, realizada na CNI, contou com a participação da Confederação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) que faz parte do comitê gestor, assim como a Confederação da Agricultura e Pecuária (CNA), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (APEX), o Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (EDCO), o Ministério da Indústria, Comércio e Serviços MDIC, entre outros.

Premiação

Adelmir Santana, presidente da Fecomércio-DF e vice-presidente da CNC, bem como a chefe a Assessoria de Gestão das Representações da CNC, Wany Pasquarelli, representando a Confederação, participaram da entrega das premiações a duas empresas que receberam os troféus Pró-Ética: a Neo Energia S.A., e a empresa Nova Comunicações Ltda, ambas reconhecidas pelo segundo ano consecutivo.

O ministro substituto da Transparência e Controladoria-Geral da União, Wagner de Campos Rosário, declarou recorde histórico no número de empresas que manifestaram interesse em participar neste ano: “se inscreveram 375 empresas contra 195 no ano de 2016; e das que cumpriram os requisitos de admissibilidade e tiveram suas ações de compliance avaliadas (171), um número que revela 131% superior a 2016”.

Programa Pró-Ética

Lançado em 2010, o Pró-Ética busca incentivar nas empresas a adoção de políticas e ações que reduzam os riscos de ocorrência de fraude e de corrupção; e aumentar a confiança nas relações entre o setor público e o setor privado.

Trata-se de um compromisso com a ética empresarial, assumido voluntariamente pelas corporações.

Lei Anticorrupção

A premiação tem como objetivo a promoção do diálogo e a troca de experiências entre os setores público e privado sobre temas relacionados à aplicação da Lei nº 12.846/2013 – conhecida como Lei Anticorrupção. O evento é aberto a empresários, servidores públicos, jornalistas, acadêmicos e cidadãos interessados.

Comments

0

Os comentários serão moderados, portanto evite o uso de palavras chulas, termos ofensivos ou comunicação vulgar. Se tiver alguma dúvida sobre o tema abordado aqui, use a nossa Área de Atendimento. Talvez a resposta já esteja lá.

Post new comment

The content of this field is kept private and will not be shown publicly.