FecomercioSP avalia modernização no processo administrativo tributário

AddToAny buttons

Compartilhe
11 A 12 ago 20
Ex: 8h00 às 18h00
Botão - Tenho Interesse
Esse preenchimento não garante sua
inscrição. É apenas para fins de comunicação,
envio de novidades e informações sobre o
evento.
Fecomercio-SP promove debate on-line para a renovação da legislação da administração tributária.
Crédito
Arte: TUTU

A FecomercioSP promoveu um debate sobre a modernização do processo administrativo tributário no Estado de São Paulo (instituído pela Lei Estadual nº 13.457/2009), abrindo espaço para que essa discussão ganhe força e para que a necessidade de revisão da lei seja um tema de amplo entendimento entre os empresários, pois impacta diretamente o ambiente de negócios.

Trata-se de um assunto que a Federação já acompanha há anos. A FecomercioSP entende que essa renovação da legislação é fundamental para que pontuais deficiências na legislação sejam corrigidas – o que, na prática, trará mais segurança jurídica às empresas e mais eficiência e celeridade aos processos tributários, sem que isso prejudique o rito de direito de defesa entre as partes envolvidas.

Para tanto, participaram da reunião on-line: Janaína Mesquita, assessora jurídica do Conselho de Assuntos Tributários (CAT) da FecomercioSP; Luiz Roberto Peroba, presidente da Comissão Especial de Contencioso Tributário da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SP); o deputado estadual Sérgio Victor (Novo/SP); e Maíra Oltra, diretora na Heineken.

O debate foi sobre o Projeto de Lei nº 367/2020, em tramitação na Assembleia Legislativa de São Paulo, de autoria do deputado Sérgio Victor. Segundo o texto do PL, a modernização é importante por quatro motivos:

- para que as decisões administrativas tenham mais fundamentação e sejam claras com relação a seus critérios lógicos e jurídicos;

- para que a legislação paulista se alinhe às melhores práticas observadas atualmente no processo administrativo federal e no novo Código de Processo Civil (CPC);

 - para possibilitar o acesso de todos os contribuintes ao Tribunal de Impostos e Taxas (TIT) de São Paulo;

- para que se evite um longo caminho nas discussões tributárias, vinculando os precedentes judiciais ao processo administrativo.

Com base nisso, a modernização trará maior grau de estabilidade e mais previsibilidade às decisões administrativas que afetam as empresas.

Tramitação

Esse PL foi protocolado e está na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia, com a relatoria do deputado Heni Ozi Cukier (Novo/SP), que é totalmente favorável à proposta.

Em seguida, passa pela Comissão de Atividades Econômicas, presidida pelo deputado Itamar Borges (MDB/SP), também presidente da Frente Parlamentar do Empreendedorismo e Combate à Guerra Fiscal (Frepem). "Isso é importante para que não surja nenhum desafio adicional. Há uma boa janela de oportunidade para acelerar essa pauta de desburocratização”, concluiu o deputado Sérgio Victor.

Fique por dentro da modernização do processo administrativo tributário. Acesse a página especial sobre o projeto